Aumentar tamanho da letra  Reverter ao tamanho original Diminuir tamanho da letra  english español

Energia Solar-Fotovoltaica

Por: Manuela Musitano

Em um país tropical como o Brasil, estamos acostumados a conviver com a incidência dos raios de sol sobre nós. E é assim em centenas de gerações antes da nossa e em muitos outros lugares do mundo. Mas a energia do sol só começou a ser pensada como alternativa de fornecimento de eletricidade há menos de 50 anos.

Tudo começou quando os cientistas pensaram em utilizar a energia renovável do sol para alimenta de satélites artificiais que orbitavam o planeta. A partir daí, se observou que a energia solar poderia ser utilizada de diversas formas para produção de energia elétrica, em qualquer lugar que seu mecanismo de captação seja instalado, com custos baixos e nenhuma intervenção direta na natureza.

Um instrumento solar simples, que qualquer um pode ter em casa sem se dar conta, é a calculadora eletrônica de bolso que só funciona com a luz solar, sem a utilização de uma única bateria. Desde instrumentos eletrônicos simples como o exemplo anterior, até o aquecimento de ambientes ou da água, o sol é uma excelente forma alternativa de energia. Isso porque a transformação da luz do sol em energia elétrica é feita a partir do que se chama de células fotovoltaicas (foto = luz + voltaica = voltagem elétrica).

As células fotovoltaicas são placas constituídas de semicondutores, que produzem uma pequena corrente elétrica, semelhante à de pilhas e de baterias veiculares, ao absorver a luz solar. Geralmente, estas placas são feitas com um elemento químico chamado Silício e elas são capazes de transformar cerca de 10% da luz solar absorvida em eletricidade. Já as produzidas com Arseneto de Gálio chegam a converter até 35% do sol absorvido em eletricidade.

A energia produzida é armazenada em baterias e podem ser utilizadas em horário de pico no uso da energia elétrica normal ou quando há grandes períodos de tempo nublado. Lembrando que as placas funcionam melhor com dias claros e incidência direta dos raios de sol, mas que elas não param de funcionar se o dia estiver nublado, apenas a quantidade de captação será reduzida.

Central de captação solar fotovoltaica em Portugal

Central de captação solar fotovoltaica em Portugal

Por possuir um sistema de fácil construção e funcionamento, a energia solar transformada em eletricidade, pode ser utilizada na iluminação de estradas, de meios rurais e também urbanos. A Universidade Federal do Rio de Janeiro estuda este tipo de energia como uma futura fonte barata de eletricidade. Para isso, ela tem em seu campus na Ilha do Fundão, uma casa experimental que é alimentada pela energia solar.

E perto da sua casa? Você conhece algum lugar que seja alimentado ou aquecido pela energia solar. Procure saber no seu bairro e em bairros vizinhos como é utilizada esta energia tão antiga.

Consultor: Paulo Colonese - Físico/ Museu da Vida (Fiocruz)

versão para impressão: versão para impressão