Aumentar tamanho da letra  Reverter ao tamanho original Diminuir tamanho da letra  english español

Ciclo do vírus no mosquito

Por: Ana Palma e Miguel Oliveira

Ao picar uma pessoa com dengue, o mosquito adquire o vírus, que infecta as células que revestem o estômago do inseto e multiplica-se. Cerca de 300 partículas saem de cada célula infectada e infectam as células vizinhas. Depois de cerca de uma semana a dez dias o epitélio (revestimento) do estômago do mosquito já está todo tomado pelo vírus, que passa para a hemolinfa e é distribuído pelo sistema circulatório por todo o corpo do mosquito, chegando finalmente às glândulas salivares.

 

Neste momento, apesar de possuir o vírus em seu organismo, o mosquito ainda não é considerado transmissor da doença. Ele se torna capaz de infectar as pessoas quando os vírus se acumulam em grande número no interior das suas glândulas salivares, o que ocorre entre oito a quatorze dias após a infecção.

 

A partir daí, a fêmea vai injetar a saliva com os vírus nos indivíduos picados, a cada vez que se alimentar de sangue. Uma vez que se torna infectante, uma fêmea de Aedes aegypti pode transmitir o vírus para o resto de sua vida, que chega a durar de duas semanas a um mês, dependendo das condições do ambiente.

 

A fêmea pode ainda passar o vírus para suas crias. Acredita-se que cerca de 10 a 19 mosquitos a cada mil nascidos de uma mãe infectada já nascem com o vírus.

versão para impressão: versão para impressão