Aumentar tamanho da letra  Reverter ao tamanho original Diminuir tamanho da letra  english español

No mundo da animação

Por: Maria Ramos

Meninas Superpoderosas

Meninas Superpoderosas

Bob Esponja, Meninas Superpoderosas, Shrek, A Noiva-Cadáver... Você sabe tudo sobre animação, certo? Hum... Acho que não. Você já parou para pensar em como esses personagens ganham vida? Como é possível fazer com que os desenhos falem, andem e até lutem? Ou como colocar carros, motos e naves espaciais em movimento?

Talvez você esteja pensando: “Ah! Os desenhos animados só existem por causa da tecnologia da TV ou do computador”. Mas não. É possível criar pequenos desenhos animados com técnicas simples. Você mesmo pode fazer um na sua casa (clique aqui para baixar o arquivo).

O flipbook, encontrado no arquivo acima, é um brinquedo de animação inventado em 1868 e que foi muito popular na época, quando ainda era chamado de cineógrafo. O modelo que preparamos para você foi inspirado numa matéria que fala sobre os pinguins no Invivo – vão ser eles os astros da nossa animação.

Observe que as páginas do flipbook são bem parecidas e que existem apenas pequenas diferenças entre elas. Colocando essas páginas uma em cima da outra e folheando-as rapidamente, você terá a ilusão de que os personagens, no caso os pinguins, estão se movendo. Essa técnica, chamada de flipagem (flip, em inglês, significa virar rapidamente), reflete o princípio básico da animação: a passagem de várias imagens em sequência numa velocidade que dá a ilusão de movimento.

Aí vem a pergunta: por que temos essa ilusão? O designer Daniel Pinna explica que isso ocorre por causa de um fenômeno chamado persistência da visão. Os nossos olhos guardam qualquer imagem vista por uma pequena fração de segundo depois de ela já ter desaparecido. Assim, se uma segunda imagem substituir a primeira em um intervalo de tempo igual ou menor que essa fração de segundo, nós vamos achar que as duas imagens são uma só.

Mas, para que a ilusão do movimento ocorra, é necessário que as imagens sejam parecidas e estejam em sequência, ou seja, elas precisam representar o caminho do movimento: “Se as imagens forem muito diferentes, a ilusão se perde” afirma Daniel.

Técnicas de animação

Os desenhos animados tradicionais têm as ações trabalhadas quadro a quadro – para cada pequeno movimento, é preciso realizar vários desenhos. Como a nossa visão consegue distinguir até oito imagens por segundo, os desenhistas fazem, no mínimo, 12 quadros para cada segundo de animação.

Isso quer dizer que, para fazer um filme de uma hora, serão necessários cerca de 43.200 desenhos! Você já deve ter percebido que as produtoras precisam de uma equipe bem grande de desenhistas para dar conta de tanto trabalho.

“Antigamente, esses desenhos eram fotografados por uma câmera – conta Daniel – e, depois, projetados numa tela. Hoje o computador ajuda a queimar muitas etapas. Os desenhos podem ser passados para o computador ou desenhados diretamente nele, e um programa se encarregará de concluir a animação”.

O primeiro longa-metragem (filme com mais de 70 minutos) produzido inteiramente no computador foi Toy Story, em 1995. Depois vieram outros, como FormiguinhaZ, Vida de Inseto, Shrek, Monstros S.A., Final Fantasy e A Era do Gelo.

Mas essas não são as únicas formas de se animar um desenho. Você se lembra do filme A Fuga das Galinhas? Ele foi feito com uma técnica chamada stop motion, que, em inglês, significa movimento parado. O nome parece meio absurdo, mas é porque o movimento, nessa técnica, é criado justamente por meio de várias fotos de objetos parados!

A Noiva-Cadáver

A Noiva-Cadáver

Parecido com o que ocorre nos desenhos feitos à mão, no stop motion, bonecos, que podem ser de um material como massinha de modelar, são fotografados em várias posições, dando sequência a um movimento. Para um boneco levantar um braço, por exemplo, mexe-se no braço dele um pouquinho e tira-se uma foto. Levanta-se o braço dele mais um pouquinho e tira-se outra foto. E assim sucessivamente até o boneco estar com o braço completamente levantado.

A técnica do stop motion também foi a utilizada nos filmes A Batalha dos Vegetais, que demorou cinco anos para ser produzido, e A Noiva-Cadáver, que levou nada menos que dez anos para ficar pronto!

Saiba ainda como surgiram os desenhos animados e conheça brinquedos que fazem animação sem câmera!

Veja outros sites sobre o tema:

Academia de Animação e Artes Digitais

FLIPBOOK.info

Associação Brasileira de Cinema de Animação

National Film Board (Organização governamental para produção e distribuição de trabalhos audiovisuais do Canadá)

versão para impressão: versão para impressão